Fashionistando

Atividades para pais e crianças em casa em época de quarentena

  • por em 2 de abril de 2020

Em tempos de quarentena, em que a recomendação da OMS é que famílias fiquem em casa para evitar o aumento de casos do coronavírus, pais e filhos intensificaram a convivência diária. Essa pode ser uma oportunidade de aproximação e fortalecimentos das relações entre eles por meio de diferentes atividades.

Duas brincadeiras para fazer com as crianças durante a quarentena

De acordo com Bruna Duarte Vitorino, pedagoga com mais de 15 anos de atuação na área de educação e atualmente coordenadora do setor pedagógico do Kumon, os estudos não podem ser deixados de lado e, por isso, ela passou algumas dicas de atividades essenciais para serem trabalhadas com os baixinhos nessa época. Confira:

1. Contação de história

Reforça os laços com os seus filhos, além de estimular o gosto pelos livros. Escolha um conto e proponha a leitura em conjunto, cada um lê uma parte. Dê liberdade para interpretar e incorporar vozes aos personagens e ao narrador, assim a ocasião se torna mais divertida.

2. Desenhar e estimular a escrita

A atividade é ótima para aguçar a criatividade, conhecimento, concentração, além de ajudar na coordenação motora. Separe desenhos para colorir e contornar, que contenham letras do alfabeto e números, por exemplo.

3. Jogos de memória e concentração

Jogos são sempre divertidos, estimulam a coordenação motora e o raciocínio lógico. Faça brincadeiras em grupo como: quebra-cabeça, dominó, dama, xadrez, palavras-cruzadas, jogos de adivinhação, vôlei, futebol, entre outros.

4. Jogo de conhecimentos gerais

Adedonha!, Adedanha! ou Stop! é uma brincadeira simples e muito comum entre as crianças e até mesmo entre adultos. “É só desenhar uma tabela em tópicos em um papel para cada jogador. Cada coluna da tabela recebe o nome de uma categoria de palavras como animais, automóveis, nomes pessoais, cores, etc., e cada linha representa uma rodada do jogo”, explica a profissional do Kumon.

Tenha consciência e fique em casa! 🙂

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.