Fashionistando

Feira Hippie de Belo Horizonte se adapta as mudanças do Coronavírus e artesãos vendem produtos online!

  • por em 27 de abril de 2020

Desde o dia 20 de março um decreto assinado pelo prefeito Alexandre Kalil comunicou a suspensão da Feira Hippie por tempo indeterminado. Para quem não sabe, a feira é um dos principais pontos turísticos de Belo Horizonte e reúne muitos artesões que vendem ali o seu trabalho. Clique aqui e conheça mais sobre a Feira Hippie de BH.

Fato é que, com a tradicional feira que acontecia todos os domingos de manhã sem funcionar, muitos profissionais perderam sua principal fonte de renda.

E em tempos tão difíceis para vendedores, os artesões foram obrigados a se reinventar e começar a vender seus produtos online, por meio de uma conta no Instagram (@falafeiraoficial).

FOTO: Reprodução Instagram

O mais interessante é que diversos produtores aderiram a novidade e a movimentação por lá tem sido grande. Entre os artesões que estão expondo seus produtos no Instagram, está Marcus Afonso dos Santos Brant, de 61 anos. Em entrevista, ele lembrou que, desde quando iniciou o trabalho na Feira Hippie, há 47 anos, é a primeira  vez que ela é suspensa por outra razão que não o Desfile de 7 de setembro, quando a Avenida Afonso Pena costuma ser fechada.

FOTO: Reprodução Instagram

Tinha licença de número 86 que herdei do meu irmão. Sou um dos mais antigos remanescentes da Praça da Liberdade“, afirma. Além da venda no varejo, que fazia na Feira Hippie, Marcus também comercializava no atacado para lojistas do interior. “Ninguém está comprando. Alguns estão devolvendo as mercadorias. As lojas estão fechadas“, diz.

Ele ainda não tem outro plano, mas conseguirá se manter por um tempo com as reservas que fez ao longo dos anos. No entanto, ele se preocupa com outros feirantes que não têm uma poupança. “Até onde sei, não tem uma política pública para a Feira Hippie. Muita gente conta com a solidariedade de parentes e vizinhos.

No Instagram da Feira Hippie você encontra acessórios, adornos, roupas de bebê, sapatos, bolsas e muito mais!

Em tempos de crise é importante apoiarmos o produtor local. Nossa dica é: siga o @falafeiraoficial e, se precisar comprar qualquer produto durante a pandemia, priorize estes produtores que foram muito impactados pela crise do Covid-19.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.