Fashionistando

5 cuidados a serem tomados com sua máscara caseira

  • por em 22 de abril de 2020

Desde o início da Pandemia, várias medidas sobre higienização e proteção contra Coronavírus tem sido divulgadas pela OMS e Ministério da Saúde. O alerta ao isolamento social, uso de álcool em gel 70%, lavar as mãos frequentemente e utilização de máscaras para sair de casa são os cuidados necessários para evitar a propagação do vírus.

E desde que falaram sobre as máscaras, muitas sumiram das prateleiras de farmácias do mundo todo, o que deixou outras pessoas sem. Sabendo dessa dificuldade para achar máscaras, o Ministério da Saúde divulgou um manual que ensina como a população pode fazer máscaras de tecido em casa. Mas, antes que faça a sua, é importante saber os devidos cuidados a serem tomados com sua máscara caseira para que ela dure mais e te proteja de forma eficiente:

1. A máscara deve ser usada sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola ou envelope de papel (mais ecológico) para guardar a máscara suja, quando precisar trocar. Dentro da residência, não é necessário usá-la. No caso de pessoas infectadas pelo coronavírus que estão em isolamento domiciliar, a orientação é que tanto elas quanto seus cuidadores usem as máscaras cirúrgicas profissionais.

2. Após duas horas de uso, é necessário trocar a máscara. O mesmo vale para quando ela ficar molhada devido a tosse, espirro, fala ou respiração. Para isso, retire-a pelo elástico, armazene em um saco plástico bem fechado e coloque outra. Só retire a máscara usada da sacola quando for lavá-la. Nunca compartilhe ela, mesmo após sua limpeza: o ideal é que cada membro da família tenha suas próprias unidades.

3. Uma vez que você estiver com a máscara, não mexa mais nela e nem tire da frente da boca para falar. Também não se deve tocar diretamente o tecido, caso faça isso, troque a máscara. Isso porque esta forma incorreta de manusear o acessório pode torná-lo um vetor de transmissão ao invés de proteção. Se você tocar o tecido quando estiver em uso e, em seguida, tocar os olhos, por exemplo, pode se contaminar com substâncias retidas no exterior da máscara.

4. Não coce o nariz ou boca quando estiver com a máscara. A função da máscara de tecido é criar uma barreira física entre as vias respiratórias e gotículas possivelmente contaminadas com o vírus e suas mãos podem estar contaminadas com estas gotículas, especialmente fora de casa. Manter as indicações de lavar as mãos e não levá-las ao rosto é fundamental para que a máscara funcione.

5. Conforme explicou Mandetta, ex-Ministro da Saúde, em uma coletiva de imprensa, é possível e efetivo higienizar o tecido e os elásticos usados nas máscaras com água sanitária. “Depois de lavadas e secas, elas ficam prontas para um novo uso”, afirmou ele. E a possibilidade de reutilizar inclui também as máscaras confeccionadas com TNT. Também é possível fazer a higienização com água e sabão. Após a lavagem, é ideal deixar que elas seguem ao sol. Usar o ferro de passar também ajuda nesta esterilização.

E aí? Você já fez a sua máscara caseira?

*Fonte Ministério da Saúde

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.