Fashionistando

8 razões para amar Jennifer Aniston

  • por em 12 de fevereiro de 2020

Crédito: Interview Magazine

Ontem, dia 11, foi o aniversário de uma das atrizes mais queridinhas da história de Hollywood: Jennifer Aniston. E, claro, estamos aqui para exaltar e enaltecer ela que é a “Friend” que todo mundo gostaria de ter.

Relembre filmes estrelados por Jennifer Aniston

Se você acha que não faz parte do time que ama Jen, vai mudar de ideia agora mesmo! Fizemos uma lista de motivos que fazem com que a loira seja uma das personalidades mais admiráveis do showbusiness. Confira e tente não se render a ela:

  1. Marcou época como Rachel Green
Diferentes fases da atriz como Rachel Green, em Friends.

É impossível falar de Aniston e não lembrar do seu papel mais icônico: Rachel Green. Ao longo dos dez anos que Friends ficou no ar, acompanhamos de perto não apenas as mudanças capilares da personagem, como também sua evolução, de menina mimada que largou o noivo no altar a uma profissional da moda super bem sucedida. Enquanto isso, na vida real víamos Jen se tornar a queridinha da América.

2. Lança tendência

Foi justamente como Rachel Green que Jennifer virou uma referência de estilo e beleza. O corte que a personagem ostentava nas duas primeiras temporadas de Friends virou um sucesso tão grande que foi batizado de “The Rachel”.

A companhia norte-americana Goody fez uma pesquisa que revelou que o corte já foi o mais pedido nos salões pelo mundo e cerca de 11 milhões de mulheres já apostaram no visual. O mais engraçado é que a responsável pelo sucesso do cabelo não tem o mesmo apreço por ele.

Em uma entrevista ao programa de rádio “The Kype and Jackie Show”, perguntaram à atriz se ela preferia raspar a cabeça ou ter esse corte da Rachel pelo resto da vida. A resposta? “Raspar minha cabeça uma vez, definitivamente”.

Ao longo dos anos, a loira investiu em incontáveis outros visuais, do chanel ou longo super liso, mas uma coisa não muda: é ela aparecer com um corte novo que logo temos uma nova tendência capilar.

3. Nunca erra nos red carpets

Esse foi o pretinho Dior escolhido por Jen para o Globo de Ouro desse ano.
Crédito: David Fisher/Shutterstock

Sempre uma das presenças mais aguardadas nas premiações, Jen nunca decepciona. Com um estilo bem definido em que permite pouca ousadia, ela sempre encanta. Sua escolha mais frequente é o pretinho nada básico – raramente ela aposta em outro tom -, mas sempre com um corte e caimento impecáveis.

4. Não alimenta a rivalidade feminina

Com as amigas que amamos: Courteney Cox e Lisa Kudrow. Reprodução/Instagram

O triângulo amoroso composto por Jen, Brad Pitt e Angelina Jolie foi um dos mais comentados da história. E, claro, a mídia adorou alimentar, durante anos, a rivalidade entre as duas atrizes. Mas, em entrevista ao “Entertainment Tonight”, em 2015, Aniston disse: “É tão cansativo e antigo. É como um sapato de couro velho. Vamos comprar um novo par de sapatos brilhantes”.

Para completar, ela deu uma aula de sororidade ao elogiar Angie: “[O filme “Invencível”] é tão lindo e incrível e ela fez um trabalho tão maravilhoso. Acho que está na hora das pessoas pararem com essa mesquinharia e apenas começarem a celebrar um ótimo trabalho”. Fica a lição para todas nós, né?

5. Não tem medo de expor seus sentimentos

Jen sabe bem como tudo o que fala ganha uma grande proporção e usa sua voz para expor assuntos que atingem não só ela mesma, mas tantas outras mulheres da sociedade. Em 2016, ela enviou uma carta aberta ao Huffington Post, em que dizia:

“Meu casamento foi desacreditado, meu divórcio foi desacreditado, fui julgada por não ter um parceiro, meus mamilos foram julgados”. E continuou: “Por que nós só olhamos para as mulheres através dessa lente específica de caçar defeitos? Por que nós damos ouvidos a isso? Eu trabalhei muito duro nessa vida e nessa carreira para ser diminuída a uma humana triste e sem filhos. Nós somos completas com ou sem um parceiro, com ou sem uma criança”.

6. Defende a escolha da mulher em não querer ser mãe

Crédito: Interview Magazine

É incrível que, em plano 2020, mulheres ainda sejam obrigadas a ouvirem cobranças por suas escolhas pessoais. E quando isso envolve a opção por não ter filhos, é ainda mais potencializado. Agora, imagine quando se trata de uma das atrizes mais famosas do mundo?

Mas, Jennifer Aniston não se intimida diante dessa pressão e, sempre que tocam nesse assunto, ela arrasa nas respostas. Em entrevista à Elle, disse: “Nós vivemos em uma sociedade que manda a seguinte mensagem para as mulheres: com essa idade, você deveria estar casada, nesta idade, você deveria ter filhos. Isso é um conto de fadas. Essa é a forma que aos poucos nós estamos tentando quebrar”.

Em 2014, ela falou à revista Allure: “Eu não gosto da pressão que as pessoas colocam sobre mim, sobre as mulheres – que você falhou como fêmea por não ter procriado. Você pode não ter parido uma criança, mas isso não significa que não é mãe – [há] cães, amigos, filhos de amigos. Isso é continuamente dito sobre mim: que eu era obcecada com a carreira e focada em mim mesma, que não quero ser mãe e o quanto isso é egoísta. Eu não acho justo”.

Também não achamos justo, Jen!

7. Ela “quebrou”o Instagram

A selfie com o elenco de Friends. Crédito: Instagram

Demorou, mas em 2019, finalmente, a atriz se rendeu ao Instagram e criou um perfil aberto. Sua chegada na rede social foi tão celebrada que ela quebrou recordes e entrou para o Guinness, sabia? Pois é! Em apenas 5 horas e 16 minutos, sua conta alcançou um milhão de seguidores.

A primeira foto postada foi uma selfie com o elenco de Friends, deixando os nostálgicos fãs da série (oi!!) enlouquecidos. E vale a pena seguir a atriz, viu? Suas postagens são cheias de humor!

8. Protagonizou a melhor série de 2019

No final do ano passado, a Apple TV+ lançou a série “The Morning Show”, estrelada por Jennifer Aniston ao lado de Steve Carrell e Reese Witherspoon (que é também produtora executiva). A produção fala sobre assédio sexual nos bastidores da TV e traz Aniston em um papel super forte. Não é a toa que ela ganhou o SAG Awards de “Melhor Atriz em Série Dramática”.

E fica a dica: se ainda não assistiu, não deixe de maratonar essa série incrível, que trata de um assunto tão importante e promove um diálogo necessário.

Depois dessa lista, só temos uma coisa a dizer: Seja nossa miga, Jen! <3

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.