Fashionistando

As 8 tendências de viagens para o próximo ano

  • por em 27 de novembro de 2019

Com o início de uma nova década, o ano de 2020 promete ter grandes evoluções em relação aos nossos hábitos, desejos e necessidades de viagem.

É por isso que a Booking.com, líder do setor de hospedagem online, prevê que o próximo ano será inédito para o turismo. Com base na sua expertise, em uma pesquisa realizada com mais de 22 mil viajantes, de 29 mercados, incluindo o Brasil, e em mais de 195 milhões de avaliações de hóspedes verificadas, eles listaram as tendências de viagens que podemos esperar não só para o ano que está chegando, mas para o futuro. Confira:

1- Destinos alternativos ganham destaque

A busca por lugares menos conhecidos para tentar reduzir o excesso de turistas – e assim proteger o meio ambiente – dará um salto no próximo ano. A expectativa é que as empresas respondam a essa demanda introduzindo funcionalidades que facilitem a identificação de cidades/bairros alternativos. Da mesma forma, a colaboração crescente no setor de viagens levará a mais campanhas de conscientização e melhorias de infraestrutura que estimulem os visitantes a se aventurarem por caminhos menos conhecidos.

2- Tecnologia, a melhor companheira de viagem

No próximo ano, é esperado que mais recursos tecnológicos ajudem os viajantes a tomarem esse tipo de decisão. Em uma pesquisa, 59% de brasileiros dizem que usarão um app que facilite e deixe sua viagem mais prática – seja antes da partida, seja para reservar atividades quando já estiver na estrada. Um número parecido (55%) pretende usar um app que possibilite o planejamento de atividades com antecedência, para encontrar tudo o que precisa em um só lugar. Para atender a essa demanda, veremos em 2020 o surgimento de ainda mais produtos tecnológicos que, por meio da inteligência artificial, serão capazes de oferecer a seus usuários sugestões personalizadas de destinos, opções de hospedagem e atividades.

FOTO: Mapa Mundi Web

3- A nova moda é curtir sem pressa

Mais da metade (56%) das pessoas planejam utilizar meios de transporte mais lentos para reduzir o impacto do seu deslocamento no meio ambiente. Mais de 7 em cada 10 (72%) também dizem que preferem fazer um caminho mais longo para curtir melhor a experiência de locomoção. Por isso, haverá procura por meios de transporte que atendam a um ritmo mais tranquilo: bicicletas, bondinhos, trenós, barcos e também passeios a pé.

4- Em busca de uma experiência completa

Em 2020 os turistas vão buscar experiências mais amplas, em destinos que ofereçam um grande leque de atrações. Mais da metade (58%) dos brasileiros dizem que querem fazer uma longa viagem a apenas um destino em que suas atividades favoritas estejam próximos. Além disso, 64% dizem que escolheriam um lugar com essas características para economizar no tempo de deslocamento. A indústria deve reconhecer essa preferência e, em resposta, tentará oferecer aos viajantes uma curadoria de itinerários cheios de opções, além de ofertas e sugestões de rotas, para que eles possam aproveitar ao máximo os seus destinos de viagem.

5- Pets em primeiro lugar

Quase dois terços dos brasileiros (65%) que têm um bichinho de estimação dizem que seu pet é tão importante quanto um filho. Assim, não surpreende que, em 2020, será aberta uma nova era de férias com foco nos pets. 51% desses brasileiros com animais de estimação concordam que, no próximo ano, a escolha de seu destino de viagem dependerá da possibilidade de levarem ou não seus pets junto. Mais do que isso: um número ainda maior (59%) diz que estaria disposto a pagar a mais por uma acomodação pet-friendly.

FOTO: Vem Voar

6- Diferentes gerações, um mesmo destino

Esse será o ano de encontro de gerações. Cada vez mais avós farão suas viagens acompanhados pelos netos, deixando os filhos para trás. Combine isso com o fato de que, hoje, as gerações mais velhas são mais saudáveis, mais aventureiras e estão mais dispostas a permanecer jovens e ativas. Com isso, haverá um aumento de viagens que ofereçam atividades que atendam aos interesses tanto de avós quanto de netos.

7- Tudo por uma mesa

No próximo ano, muitas pessoas vão deixar o estômago falar mais alto ao decidir pelo destino de viagem e farão de tudo para conseguir uma reserva em restaurantes conceituados. Tanto o destino quanto a época da viagem vão depender da possibilidade de reservar uma mesa nos restaurantes mais renomados – especialmente se forem lugares cuja lista de espera se estende por meses a fio. Então, deixe seus calendários a postos: no próximo ano, os turistas querem direcionar seus planos de viagem para destinos com oportunidades gastronômicas.

8- Melhor idade na estrada

Com o aumento do número de pessoas que diz que está ativamente se planejando para se aposentar mais cedo – veremos, cada vez mais, a aposentadoria se tornar sinônimo de “planejamento de viagens de aventura”. Pouco mais de um quarto (27%) dos entrevistados entre 18 e 25 anos diz que espera se aposentar antes de chegar aos 55. O que eles planejam fazer quando chegarem lá também está mudando. Mais de três quartos (77%) dos viajantes brasileiros dizem que viajar será a melhor forma de aproveitar o tempo livre que terão com a aposentadoria.

Quais são seus destinos para o próximo ano?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.