Fashionistando

Cinco perguntas que você deve fazer antes de uma cirurgia plástica

Sabia que o Brasil é o segundo país no ranking mundial que mais realiza procedimentos cirúgicos estéticos? Perdemos apenas para os Estados Unidos e estamos a frente do Japão e México. Desde que começaram a ficar cada vez mais populares, as cirurgias plásticas despertam curiosidade. Entre as “queridinhas” entre os brasileiros, podemos citar o aumento das mamas, a lipoaspiração e a rinoplastia.

No entanto, como acontece em qualquer procedimento cirúrgico, independente de sua complexidade, vários cuidados devem ser adotados para garantir que tudo ocorra bem. Essas orientações devem ser passadas desde a primeira consulta com o médico que realizará o procedimento. Será que você já sabe tudo de que precisa para encarar o bloco cirúrgico com 100% de segurança?

Para ajudar você nesta tarefa, separamos as cinco principais perguntas que você deve fazer ao seu médico antes de realizar qualquer tipo de procedimento. Assim, você pode se preparar e garantir melhores resultados.

1. Quais são os riscos da cirurgia?

Todo e qualquer procedimento médico terá riscos. Isso porque frequentemente envolve alterações em partes muito delicadas do corpo. Por esse motivo, é importante entender claramente quais possíveis riscos estão envolvidos na cirurgia escolhida. Dependendo de quais forem, será que vale mesmo a pena você se arriscar assim? Bata um papo com o seu médico e também ouça a opinião dele.

2. Que cuidados tomar antes da cirurgia?

Antes mesmo de você entrar no bloco cirúrgico, são necessários vários cuidados para garantir que tudo ocorra conforme planejado. Esse preparo pode ser tão simples quanto ficar de jejum algumas horas antes do procedimento; quanto mais delicados, como: tomar vários remédios importantes por alguns dias e também realizar todos os exames pré-cirúrgicos para garantir que a sua saúde está em dia. Portanto, antes de marcar a cirurgia em si, procure se informar sobre os preparos necessários.

3. Como será a fase pós-cirúrgica?

Tão importante quanto a fase de preparo ou a própria cirurgia em si, é estar informado sobre a fase do pós-operatório. Em muitos casos é necessário repouso absoluto para que a cicatrização seja perfeita, ou até mesmo evitar se expor ao sol e dirigir por algumas semanas. Você vai precisar organizar a sua vida (trabalho e estudos)! Se informe em detalhes sobre esse período e se planeje para seguir as instruções médicas e garantir boa recuperação sem qualquer complicação.

4. Quando retornar ao médico depois da cirurgia?

É fundamental passar por avaliações periódicas após o procedimento cirúrgico. Por isso já deixe todas as consultas agendadas antes mesmo da data da cirurgia. Além disso, mantenha contato direto com o seu médico em caso de qualquer desconforto! Ele poderá lhe orientar no uso de medicações complementares para alívio de dor. Isso é muito importante!

5. As cicatrizes ficarão muito aparentes?

Praticamente todo procedimento cirúrgico deixa alguma marca, afinal, alguns tecidos estão sendo danificados. E as cicatrizes podem ser um problema, né? Ninguém gostaria de ficar marcada num lugar muito aparente. Mas, felizmente, dependendo dos métodos adotados pelo cirurgião, as cicatrizes ficarão disfarçadas. Procure saber se isso é possível no seu caso e discutam sobre as possibilidades.

Também existem pomadas que ajudam a minimizar e contribuir para a melhor cicatrização. Todo cuidado é pouco.

Dica BÔNUS! Busque referências sobre o cirurgião que você escolher. Antes de qualquer coisa, confirme se o profissional em questão faz parte da Associação Brasileira de Cirurgia Plástica e discuta sobre os locais onde ele realiza os procedimentos. A estrutura das clínicas e hospitais devem contar com aparelhagem completa, além de UTI e CTI disponíveis em caso de qualquer imprevisto durante a cirurgia. É a sua vida que está em jogo!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.