Fashionistando

Aproveite a quarentena e faça sua transição capilar

Famosas abrem mão dos procedimentos químicos de alisamento e deixam os fios com textura natural

#FICAREMCASA está mexendo com a cabeça das pessoas – literalmente. A falta da rotina de ir ao salão de beleza tem feito com que muita gente aprenda a se cuidar. E dentro desse grupo estão aquelas que antes não abriam mão de tratamentos químicos para alisar os fios e, agora, devido à impossibilidade de manutenção, optaram por realizar uma transição capilar. E tem até algumas famosas que estão nesse segundo grupo.

Nomes como: Juliana Paes e Laryssa Ayres estão aproveitando o período de quarentena para darem um descanso às madeixas, sem processos químicos, para que os fios voltem ao natural. Quem já deu esse passo sabe que é preciso coragem para passar por esse período, pois por um tempo os cabelos ficam com as duas texturas: a alisada e a natural, que está crescendo.

Fios cacheados são lindos SIM!

A apresentadora Maisa acabou de completar 18 anos e já demonstra maturidade além da média. Ela está nesse processo de mudança capilar desde junho de 2018 e tem compartilhado com seus 31,9 milhões de seguidores no instagram, como tem sido essa decisão, que tem tudo a ver com autoaceitação: “nos últimos anos a nossa relação mudou né? Poxa, eu te quero de volta, do seu jeitinho, eu juro que eu vou tentar te amar do jeito que você merece. Eu mudei, você mudou e a gente continua unidos. Que lindo isso”, finaliza.

Maisa e sua evolução… Dos cachinhos emblemáticos ao liso extremo!
A mudança da textura dos fios, que agora estão com um visual natural!

O ideal, já que não estamos saindo, é experimentar deixar os cabelos descansarem de todas as agressões físicas também“, recomenda a tricologista Viviane Coutinho. Assim como também deixar as unhas respirarem do uso constante de esmaltes faz super bem! A profissional elencou algumas recomendações para quem está passando (ou quer passar) pelo processo de transição capilar:

O ideal é investir em cosméticos que condicionem bem as fibras; usar finalizadores com propriedades emolientes; evitar água quente, para não prejudicar o couro cabeludo, não aumentar oleosidade e fazer com que a fibra resseque mais; fazer cronogramas capilares que usem, além de produtos hidratantes, óleos vegetais para aumentar a emoliência e reposições de aminoácidos, o que também é super indicado para fortalecer e diminuir processos de quebra dos fios. Então, se entregue a esse momento deixando cabelos e pele descansarem. Quem sabe isso não seja favorável para te dar aquele ânimo de entrar no processo de transição que sempre quis tentar e não tinha coragem? Conforme o cabelo vai crescendo, a raiz vai surgindo modificada, deixando aparente o cabelo mais natural“, indica a tricologista.

E aí, que tal encarar a #quarentena como uma oportunidade para realizar uma grande mudança?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.