Fashionistando

Crítica – Sem Spoiler – da maior aposta para vencer o Oscar de Melhor Filme: “1917”

  • por em 7 de fevereiro de 2020

Em meio a cenas fortes e muito tensas, “1917” mostra as dificuldades enfrentadas por dois soldados britânicos durante a primeira guerra mundial. Após receberem uma missão aparentemente impossível, de atravessar o território inimigo, eles lutam contra o tempo para entregar uma mensagem que pode salvar cerca de 1600 homens.

Dirigido pelo aclamado Sam Mendes, de “Beleza Americana” e “Skyfall”, podemos observar nessa trama o incrível trabalho que ele entrega e afirmar com certeza que essa é a melhor direção de 2019, tecnicamente falando.

O filme é editado para parecer um único plano sequência, ou seja, sem corte – o que deixa tudo mais mais realista. Mas é claro que os aspectos técnicos não podem ser os únicos atrativos de venda em um grande filme, por mais que o grau de dificuldade de executar cenas tão perfeitas como foram feitas seja muito alto.

FOTO: Screen Rant

Sendo assim, fica o questionamento: Mas e o resto do filme? É bom? Vale a pena? SIM! O resto é excelente! A história é simples, porém extremamente poderosa, a música é explorada para causar tensão e emoção o tempo todo e os dois atores (George MacKay) e (Dean-Charles Chapman) que interpretam os personagens principais estão demais em seus papéis – mesmo que não tenha um desenvolvimento maior deles para criarmos um vínculo ou algum tipo de identificação, continua sendo bom, pois o maior foco do filme é a jornada.

Indicado para 10 categorias, sendo: Melhor Filme, Melhor Direção, Roteiro Original, Fotografia, Cabelo e Maquiagem, Design de Produção, Trilha Sonora, Efeitos Visuais, Edição de Som e Mixagem de Som; apostamos que ele consiga levar 7 estatuetas. Porém, por questões técnicas, a aposta de Melhor Filme também é grande!

Assista abaixo ao vídeo dos bastidores de 1917:

E aí? O que você acha? Já assistiu ao filme? Quais são suas apostas para esse ano?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments