Fashionistando

O que fazer em um dia em Gruyères?

Uma das cidades que mais nos encantou na Suíça foi a bucólica e pitoresca Gruyères. Tudo bem que decidimos visitá-la em uma situação peculiar: foi no dia mais frio durante a nossa viagem, com direito a neve – muita neve. Sendo assim, ao chegarmos na vila medieval, encontramos um cenário único: uma cidade vazia, toda branquinha. Uma imagem linda, que mais parecia que havia saído de uma cena de filme.

COMO CHEGAR EM GRUYÈRES? Você pode pegar um trem na cidade que estiver e seguir rumo a Gruyères. Saindo de Montreux, a viagem dura cerca de 1h16 e custa a partir de CHF 10,10.

O QUE FAZER LÁ? Além de se encantar pela cidade, que esbanja charme, você também pode visitar a fábrica do Gruyères, o castelo (que é fenomenal) e o Museu H.R.Giger, onde se pode ver em tamanho natural o monstro do filme “Alien”. Dica: vá sem pressa e apaixone-se por Gruyères!

LA MAISON DU GRUYERE

Assim que você desce na estação de trem, basta virar a direita e pronto: você verá a Maison du Gruyere, a fábrica que produz o tradicional queijo Gruyere. Vale ressaltar que quem possui o Swiss Travel Pass não irá precisar pagar para entrar no museu. O valor do ingresso é 7 CHF.

Ao começar sua visita, você ganha três pedaços de queijo, um com 6 meses de maturação, outro com 8 meses e o último com 10 meses. A ideia é que você perceba a diferença nos sabores – que de fato são bem distintos.

Ali, você irá conhecer a história do queijo e o processo de produção. Você recebe um áudio-guia (disponível em português e em várias outras línguas) e tem uma experiência sensorial (você poderá cheirar as ervas e flores que as vaquinhas comem para produzir o leite usado na produção do queijo). O passeio é simples, mas é bem legal conhecer a história deste queijo delicioso. Ao final da visita, você poderá comprá-los e se deliciar!

CASTELO DE GRUYÈRES

Como se não bastasse produzir um dos queijos mais famosos da Suíça e também ser uma das vilas medievais que mais nos fascinou, a charmosa Gruyères também tem um Château! O Castelo de Gruyères fica no alto de uma colina e oferece uma vista que deixa qualquer um embasbacado. Ele é o segundo castelo mais visitado do país, é extremamente bem conservado e proporciona uma viagem pelos séculos XIII ao XIX.

A visita ao castelo é indispensável porque ele realmente é fascinante e diferenciado. No dia que conhecemos, havia nevado muito e a parte do jardim estava toda branquinha. Mas, imagina quão belo ele é na primavera? No instagram do Château (@chateaudegruyeres) você consegue ter uma noção da beleza do jardim!

A entrada custa CHF 12,00 e, mais uma vez, quem tem o Swiss Travel Pass não paga o ingresso. O castelo abre todos os dias, inclusive aos domingos, mas o horário de funcionamento é diferente no verão e inverno. Confira no site oficial antes de ir.

Esta fortaleza medieval abrigou os condes que a construíram, depois os oficiais de justiça de Friburgo e, no final, as famílias Bovy e Balland, de Genebra. Em 1938 o castelo abriu suas portas ao público.

Sem dúvidas esse foi um dos nossos passeios favoritos nesta temporada na Suíça!

Veja também:
Como curtir um final de semana em Zermatt?
O que fazer em Montreux?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
SuíçaTurista